Por que fazer a sanitização de ambientes de uso coletivo?

A limpeza e desinfecção de ambientes potencialmente contaminados é uma questão de saúde pública, principalmente quando esses locais possuem uma grande circulação de pessoas. Esses procedimentos são essenciais para manter a saúde e a segurança desses locais contra germes, bactérias e vírus, como a Covid-19. A pandemia intensificou a necessidade de garantir tanto a limpeza quanto a desinfecção de espaços, inclusive em lugares que antes não eram sanitizados. Mesmo com a superação parcial do coronavírus, os cuidados precisam permanecer – por conta de flexibilizações, em alguns casos, pode até ser necessário reforçar os procedimentos de limpeza e desinfecção. Vamos falar hoje sobre porque fazer a sanitização de ambientes de uso coletivo!

Visando a segurança das pessoas que circulam nesses ambientes, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) determina normas específicas para a limpeza e desinfecção de ambientes públicos. Para que os protocolos de sanitização sejam cumpridos com rigor, é necessário que seja feito por alguém que conheça bem os procedimentos, tenha experiência e qualificação na área. Além disso, é necessário ter à disposição os equipamentos e produtos corretos para realizar a limpeza e a desinfecção. Em resumo, não é um trabalho nada simples. 

Apesar da importância em fazer a sanitização de ambientes de uso coletivo, essa demanda pode estar longe da atividade-fim da sua empresa, isto é, não está dentro dos objetivos da organização. Para evitar gastos desnecessário de tempo e dinheiro com a contratação de novos funcionários que exerçam essa função de limpar e desinfetar ambientes de uso coletivo – e ainda garantir um bom serviço -, uma das melhores soluções é fazer a terceirização de limpeza, pois ela é capacitada para atender aos requisitos obrigatórios para manter os espaços longe de contaminação.

Limpeza x Desinfecção: qual a diferença?

É muito importante saber diferenciar a limpeza da sanitização de ambientes, pois normalmente um ambiente limpo nem sempre está livre de ameaças. Isso porque a simples limpeza retira apenas a sujeira que é visível aos olhos, e normalmente esta é feita com água, detergente e produtos mais simples que removem a sujeira e gordura residual. Podemos imaginar que a limpeza retira as camadas mais superficiais de sujeira, o que também é importante, considerando determinados locais, a circulação de pessoas e o contato entre elas. 

Já a desinfecção é capaz de remover até mesmo o que não é visível aos olhos, como é o caso do novo coronavírus. A desinfecção – como explicaremos mais daqui a pouco – pode ser feita por meio de procedimentos químicos, utilizando diferentes tipos de desinfetantes, ou procedimentos físicos, mais comumente usando radiação ultravioleta. No entanto, a desinfecção química é mais utilizada por empresas que oferecem esse serviço.

Assim sendo, é vital alinhar a limpeza com a desinfecção para que os ambientes de uso coletivo possam estar realmente seguros. É importante ressaltar que procedimentos de limpeza e procedimentos de desinfecção precisam trabalhar em conjunto, a depender das circunstâncias. Isso vale também para outros tipos de higienização, como a descontaminação e a esterilização – mais utilizadas em espaços clínicos.

A desinfecção, que é o processo mais necessário em uma sanitização de ambientes de uso coletivo, se diferencia em três níveis, de acordo com o poder de eliminação de microorganismos. Os níveis de desinfecção são alto nível, nível intermediário e baixo nível. A seguir, confira cada um deles:

 

Leia Mais:

>> Covid-19 e a importância de ambientes higienizados

>> Como saber se devo terceirizar algum serviço na minha empresa

 

Níveis de desinfecção de ambientes

 

Desinfecção de alto nível

A desinfecção de alto nível é capaz de eliminar bactérias vegetativas, fungos, vírus e alguns esporos bacterianos. Para alcançar este resultado normalmente utiliza-se o ácido peracético e o hipoclorito de sódio. É indicada para aplicação em itens semi-críticos, como lâminas de laringoscópio (instrumento médico), equipamento de assistência respiratória e endoscópios flexíveis (equipamento para examinar pacientes). Geralmente, é necessária em casos clínicos e apenas alguns tipos de produtos desinfetantes estão disponíveis no mercado.

 

Desinfecção de nível intermediário

Na desinfecção de nível intermediário é possível afastar a maioria dos fungos, todas as bactérias vegetativas e alguns vírus lipídicos. Nesta etapa, os produtos utilizados costumam ser: álcool etílico 70%, quaternário de amônia, hipoclorito de sódio (1.000 ppm de cloro disponível). É indicada para aplicação em itens não-críticos e superfícies. Com isso, é mais utilizada em empresas que a desinfecção de alto nível e os produtos de desinfecção são mais facilmente encontrados.

 

Desinfecção de baixo nível

Para a desinfecção de baixo nível é possível destruir apenas as bactérias vegetativas e os produtos que podem ser utilizados neste nível são: álcool etílico 70%, hipoclorito de sódio (100 ppm de cloro disponível) e quaternário de amônio (utilizado apenas para desinfecção de superfícies). É indicada, assim como a desinfecção de nível intermediário, para aplicação em itens não-críticos e superfícies. Seus produtos também estão sempre disponíveis em comércios.

 

Qual a frequência em que deve ser feita a desinfecção?

A sanitização correta deve ser feita periodicamente. É muito importante seguir um calendário de limpeza rigoroso não só para manter a parte estética do local, mas para manter a segurança das pessoas que trabalham e circulam nestes locais. Nos tempos atuais, em que vivemos a pandemia do coronavírus, manter a prática de desinfecção é fundamental para que haja o combate à proliferação de microrganismos que estão no ar e nas superfícies.

Porém, é vital que uma equipe especializada e treinada seja responsável por esses procedimentos, visto que exigem técnicas diferentes e produtos que precisam ser manuseados dentro das normas de segurança para evitar problemas à saúde e alergias. Cada local exige um produto diferente e técnicas específicas que uma empresa terceirizada e especialista no assunto, como a Via Facilities, pode oferecer.

Com o comércio retornando quase à normalidade, é muito importante manter os cuidados básicos de higiene pessoal e intensificar a desinfecção dos ambientes de forma regular. Mesmo em um cenário mais otimista de superação da Covid-19, precisamos combater o coronavírus, e a sua empresa precisa estar atenta e fazer sua parte também com serviços de limpeza de alta performance em Curitiba. Esse cuidado extra com os ambientes de uso coletivo e circulação de pessoas podem salvar vidas e evitar que o vírus volte a ganhar força. Entre em contato e faça um orçamento sem compromisso para terceirizar sua equipe de limpeza.

O serviço de sanitização de ambientes ofertado pela Via Facilities é executado pela Bio Control, uma empresa do Grupo Via.

 

Leia Mais:

>> 6 VANTAGENS QUE A TERCEIRIZAÇÃO PROPORCIONA A UMA EMPRESA

>> O QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO ANTES DE CONTRATAR UMA EMPRESA DE TERCEIRIZAÇÃO?

Posts Relacionados

Thumbnail Post

Terceirização: o que pode ser terceirizado dentro de uma empresa?

A terceirização é uma atividade que auxilia muitas empresas a reduzirem gastos e, assim, tornarem-se mais competitivas no mercado. As atividades que podem ser terceirizados no interior de uma companhia são inúmeras. E, recentemente, com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), as dúvidas que poderiam  surgir em relação a isso foram dispersadas. Agora, a […]

Leia mais
Thumbnail Post

Higienização correta para a sua empresa

A higienização das empresas, principalmente do setor industrial, é de extrema importância. Com a pandemia causada pelo novo coronavírus, ela se tornou ainda mais necessária para evitar a disseminação da doença e contaminação dos colaboradores. Dessa forma, é imprescindível que você fique atento a este setor dentro da sua empresa e tenha alguns cuidados ao […]

Leia mais
Thumbnail Post

Por que contratar um copeiro?

O serviço de copa tende a ser deixado de lado nas empresas, o que é um grande erro. Não sabe o porquê? Então, veja aqui a importância de contar com um copeiro em seu negócio e saiba como contratar um! Por que ter um copeiro na sua empresa? O copeiro é o profissional responsável por […]

Leia mais