Covid-19 e a importância de ambientes higienizados

A falta de higienização adequada das mãos e superfícies têm se tornado pauta no combate ao Covid-19. O no ambiente de trabalho, o processo de higienização é de extrema importância, principalmente porque ambientes sujos e bagunçados influenciam diretamente na saúde e bem-estar dos colaboradores. Além disso, bactérias e microrganismos são os principais causadores de doenças diversas como asma, tosse, pneumonia e outras complicações capazes de comprometer a produtividade da sua equipe de trabalho e, consequentemente, os lucros da sua empresa.

Frente a uma pandemia, a higienização de ambientes se torna fundamental para evitar que o vírus se espalhe. Por mais que ainda não tenhamos estudos conclusivos sobre o tempo de sobrevivência do coronavírus nas superfícies, já se sabe que é possível o contágio quando se toca em locais que tiveram contato com o vírus.

 

Como o coronavírus é transmitido

Vírus precisam de matéria orgânica para sobreviver, e no caso do microrganismo que desencadeia o Covid-19, ele está presente em secreções humanas como a saliva e o muco. Alguns testes de laboratório já indicaram que o aço e o plástico, muito comuns em escritórios são os piores materiais e essa ameaça invisível pode permanecer por até três dias.

Tecidos também requerem atenção especial neste momento, pois eles são porosos e as secreções podem ficar retidas nas fibras dos estofados, por exemplo. E quando não há uma constante higienização dos escritórios, há um aumento na sobrevida dos micróbios, podendo chegar a quatro dias.

 

Como fazer a higienização de ambientes

A melhor maneira de manter os ambientes higienizados é contar com uma equipe especializada. Os serviços terceirizados entram aí como aliados poderosos para sua empresa manter a limpeza e desinfecção de superfícies. Isso porque, felizmente, a maioria dos desinfetantes populares matam vírus e bactérias, como o álcool etílico e a água sanitária, porém quando aplicados em superfícies como eletrônicos e mobiliário, podem danificar e diminuir a vida útil deles.

Normalmente, as equipes especializadas em higienização de elevadores e outras áreas empresariais usam produtos próprios para realizar esse tipo de limpeza. Essa medida garante a correta higienização sem ocasionar danos ao patrimônio material.

Outro ponto importante é que os colaboradores terceirizados, como os que você encontra na Via Serviços, sabem o que estão fazendo e recebem treinamentos e cursos de capacitação periódicos, o que permite que eles atendam todas as boas práticas do setor. Dessa forma, todos os funcionários da sua empresa terão um local seguro para trabalhar. Lembre-se também de sempre disponibilizar álcool gel para passar nas mãos, assim a higienização do seu escritório irá acabar com qualquer resquício de corona vírus do entorno.

Posts Relacionados

Thumbnail Post

Quais os efeitos da terceirização para o trabalhador?

Muito se fala sobre os benefícios da terceirização para a empresa, mas há pouca informação sobre os efeitos dessa solução para o trabalhador e o que muda em relação a uma contratação clássica. Para esclarecer essa questão, apresentamos quais são os efeitos da terceirização ao trabalhador, considerando os de maior impacto. Conheça, a seguir, quais […]

Leia mais
Thumbnail Post

Dicas para empresas durante a pandemia

A pandemia do novo coronavírus trouxe consigo um período de volatilidade e incertezas, com empresas sem saber o que fazer para se manterem ativas durante o período de crise. Está passando por isso e não sabe como proceder? Então, veja aqui dicas do que empresas podem fazer para enfrentar a pandemia com maior tranquilidade, com […]

Leia mais
Thumbnail Post

Por que vale a pena a terceirização da atividade-fim?

Desde a última reforma trabalhista já é possível terceirizar a atividade-fim de uma empresa, passando a ter colaboradores capacitados para realizá-la. Mas, será que vale a pena investir nessa solução? Confira, aqui, quais são os benefícios da terceirização de atividade fim e saiba se compensa adotar essa alternativa.   O que é a atividade-fim? A […]

Leia mais